sábado, 30 de maio de 2020

Negócio Fechado


          Então voltando ao assunto do último Blog, fechamos a negociação. Foi comprado o conjunto com as 3 salas comerciais mais um pequeno espaço (utilizado para venda de produtos do gênero alimentício). Custo total da brincadeira: R$ 2.800.000. O valor inicial era 2.900.000 reais, mas a minha esposa (que é uma ótima negociante) conseguiu reduzir o valor em 100.000 reais. Demos, como parte do pagamento, um apartamento que possuíamos no litoral (foi avaliado em R$ 1.000.000 - havíamos comprado por R$ 620.000 em março de 2016) e mais R$ 1.800.000 em cash. Foi uma boa mordida na carteira de investimentos de cerca de 50%. Pensamos bastante antes de fechar o negócio e acabamos achando interessante. Moramos em uma cidade na qual possivelmente passaremos o resto de nossas vidas. E com isso temos total controle sobre os imóveis que possuímos. Esse imóvel está localizado no melhor local possível para o comércio. Raríssimas vezes observei vacância em imóvel comercial nesta região. Olha que moro aqui praticamente desde que nasci. São três salas e meia. 
A) sala-1: 222.92 m2
B) sala-2: 116.25 m2
C) sala-3: 141.73 m2
D) micro-sala 4: 15.38 m2
            O total da área construída é de 495.38 m2. O terreno tem uma área total de 815 m2. Sobram ainda cerca de 300 m2 para ampliar as salas num futuro. Ou ceder todo o terreno para uma construtora que quiser demolir tudo e contruir um prédio de 24 andares (uma já demonstrou interesse). Nesse caso eles nos cedem de 12 a 15% da área total construída. Resumindo, o dono do terreno geralmente ganha uns 30% a mais sobre o valor do terreno, porém fica uns 3 a 5 anos sem receber aluguéis. Mas é algo para se pensar no futuro.  
            Valor total de aluguel bruto (17.000 reais). Descontando imposto de renda e custos da holding patrimonial (já fiz a mesma) e os 10% da imobiliária sobra cerca de 13.100 reais limpos. O dividend yield limpo é de 0,47. DY bruto de 0,6 (a maioria dos imóveis comerciais da região tem um DY bruto médio de 0,5%). Acho aceitável o DY atual do imóvel pois existe a possibilidade de bons negócios no futuro. Possibilidade de ampliação das salas com aumento da renda ou passar para a construtora e ter um ganho sobre o valor aplicado. Tem ainda um terreno encravado de cerca de 85 m2, o qual só pode ser vendido a lindeiros (vizinhos). Caso conseguirmos comprar este, a área total do terreno passa para 900 m2 na área comercial mais nobre do município. Das 3 salas alugadas, mesmo com a crise do coronavírus os inquilinos estão firmes. Sem sinal de que desejam sair.  
             Fechamos o negócio mesmo com o imóvel físico sendo antigo, pois como dizem os entendidos em imóveis, os 3 fatores mais importante para um imóvel são: localização, localização e localização. Ainda mais quando for para locação comercial. Acho que este imóvel irá trazer bons frutos com o decorrer dos anos. Fico feliz de ter me livrado do imóvel do litoral. Recebemos uma boa valorização com a venda e ainda não foi necessário pagar a comissão da imobiliária (geralmente é de 6% aproximadamente). O imóvel do litoral praticamente não gerava dividendos. O lucro dos aluguéis na temporada praticamente eram usados para pagar as suas taxas - iptu, condomínio, pequenos reparos, taxa da marinha (que roubo esta taxa - mais uma extorsão com o contribuinte). 
              Achei interessante ganhar cerca de R$ 156.000 anuais de aluguel com este imóvel. Sendo que é bem administrado pela imobiliária. Anualmente os aluguéis sofrem um reajuste pelo IGP-M (se não me engano - pode ser INPC - vou confirmar). A cada 3 anos a imobiliária pode aumentar acima da inflação o aluguel caso haja um aumento local pela demanda de locações. Sei das coisas ruins que podem acontecer com imóveis (gastos inesperados e expressivos, reformas em parte elétrica, hidráulica, telhado, pinturas, incêndios, infiltrações, desvalorização da região, depredação, vacância prolongada, incômodos com os vizinhos), ainda mais quando são antigos como este que compramos. Porém tudo na vida é um risco. Deixar dinheiro na poupança é risco. Na renda variável brasileira é outro risco. FIIs também têm seus problemas. Então temos que assumir o que nos deixa mais confortável e encarar. 

              Sabemos que no mundo dos investimentos o único almoço grátis é a diversificação. Realmente estou muito concentrado em imóveis e ainda mais numa mesma localização. Falta diversificação e melhor este viés de localização. Já possuímos 4 imóveis na mesma cidade no momento (sala comercial + conjunto de 3 salas comerciais + casa + escritório). Em dezembro ficará pronto mais uma sala comercial. FIZ ME ESPOSA JURAR QUE NUNCA MAIS ME DEIXARIA COMPRAR UM IMÓVEL PELO RESTO DE NOSSAS VIDAS. 

                    
             Com o imóvel que ficará pronto no final do ano, caso for alugado (espero que a crise não atrapalhe), a meta foi atingida. A renda passiva atual está em 16.000 reais com aluguéis. Com esse próximo, que ficará pronto em dezembro, provavelmente irá para 19.000 reais aproximadamente. Considerando que os nossos gastos mensais giram em torno de 10.000 a 15.000 reais mensais. Praticamente já somos FIRE. Porém, a nossa meta e ter uma renda passiva de 20.000 reais mensais. 
             O que sobrou das aplicações financeiras então AA39? (até hoje não me perdoo por copiar do AA40 - que falta de criatividade).
             Restam na conta da corretora brazuca R$ 1.687.021,87. Previdência privada R$ 24.625,83. Corretora gringa R$ 20.000. Empréstimos R$ 318.454. Total de R$ 2.050.600. Voltei exatamente aos valores que possuíamos em junho de 2018. 
             Em relação às aplicações, a alocação de ativos ficou extremamente desorganizada. Para retirar os R$ 1.800.000 da compra do imóvel + aproximadamente R$ 40.000 entre ITBI, escritura e registro de imóveis eu retirei quase tudo da RENDA FIXA. Vendi um fundo de debentures incentivadas da iridium (estava patinando). Vendi o fundo multimercados da IBIUNA HEDGE STH (fundo recomendadíssimo - lucro na crise - fez um ótimo hedge - os gestores são FODÁSTICOS). Mas o grosso mesmo foi a venda da minha reserva de emergência e dos CBDs no mercado secundário (ótima ferramenta para nós investidores usar no momento de ter que sacar grandes valores). Vendi em um dia cerca de R$ 1.000.000 em CDBs no mercado secundário.

                    Rentabilidade do Fundo Ibiuna Hedge STH contra o IBOVESPA desde 01/2013

            OS GESTORES DO IBIÚNA SIMPLESMENTE DERAM UM PAU NO IBOVESPA. CONSEGUIRAM LUCRA INCLUSIVE NAS CRISES DE 2016 E 2020. PALMAS PARA OS CARAS. NESTE ANO RUIM DE 2020 JÁ LUCRARAM QUASE 9%. 
              O ibiuna hedge STH teve uma rentabilidade de 163% nesse período enquanto o ibovespa rendeu míseros 53% devido a essa queda monstra de março. 
             Então qual é o plano de agora em diante? O plano agora é nunca mais comprar nenhum imóvel 😊. Inicialmente preciso refazer a reserva de emergência (240 mil reais). Voltar para a minha alocação de ativos (estratégia vencedora no longo prazo - indiscutivelmente). Antes eu estava cerca de 80% renda fixa e 19 % renda variável (FIIs, ações individuais, fundos de ações, multimercados). 1% em dólar.   
              Este ano creio que do meu trabalho terei aportes bem fracos. Provavelmente somente ano que vem volte a ter uma melhora no rendimento da profissão. Graças à porcaria do vírus chinês. Então irei refazer a reserva de emergência com o dinheiro dos aluguéis e dos empréstimos que irei receber a partir de julho. Esse vai ser um ano mais leve. Provavelmente com menos trabalho. Planejamos viajar novamente em julho ou agosto. Graças a organização financeira estamos mais tranquilos.
              Após refeita a reserva de emergência voltaremos à alocação de ativos. Nossa carteira de investimentos ficou bem mais arrojada. Como vendemos muita renda fixa. Aumentou bastante a porcentagem de FIIS, ações e multimercados. Este último sei que é uma classe de ativos odiada pelos educadores financeiros. Ficou uma carteira mais arrojada.
             Temos 150.000 reais num fundo de private equity. Acho que valia a pena ter esse tipo de investimento quando o patrimônio em aplicações era mais parrudo, como foi no passado. Agora que reduziu em quase dois milhões eu não teria esse tipo de investimento. Mas gostei da entrevista do gestor Chu Kong. Realmente os caras estão sentados na grana e logo após terminar a captação de mais de um bilhão de reais (maior fundo de private equity de pessoa física no mundo) houve a crise do corona. Então houve uma procura absurda de empresas querendo verba do fundo para se reerguerem e expandirem. Tem tudo para dar certo. Eles estão com muitas opções para escolher no momento. Achei bem interessante os private equities. Nunca tinha ouvido falar anteriormente. Mas realmente é uma aplicação para o longo prazo (cerca de 5 a 8 anos aproximadamente). Mesmo que eu quisesse não teria como desinvestir a grana.

                               Esse é o japa que espero que multiplique o valor que investimos.

            A esperança é que o CHU descubra outra odontoprev ou outra XP da vida. Tem tudo para dar certo.
            Quanto à alocação de ativos vou alterar para 70 % renda fixa e 30% renda variável. Vou colocar o private equity como renda variável. Pois certamente não é renda fixa. A idéia é aumentar a exposição em renda variável. Creio que entraremos em um novo ciclo econômico no qual os juros permanecerão progressivamente mais baixos. Então creio que teremos que arriscar mais para aumentar o patrimônio. Como eu gostava de ser rentista no passado. Acho que realmente esse tempo não volta mais. Exceto se houver alguma desgraça na política nacional ou mundial. Também quero aumentar a porcentagem na corretora americana. Quero chegar aos 60 mil dólares investidos lá. Estou chegando aos 4 mil dólares. Tenho uma conta conjunta com a esposa. Fiquei decepcionado ao saber que após esse valor o imposto de transmissão após óbito de um dos cônjuges parece ser altíssimo (fontes não seguras citam até mesmo 40% - PQP - o TRUMP não dá moleza).   
              Por hoje é isso pessoal. Fiquei muito feliz em saber que o SRIF 365 voltou com os podcasts!Vamos prestigiar o cara!
              Até a próxima.
               

Negociando a FIRE



            Que ano mais escroto pelo qual estamos passado hein? Políticos fazendo o seu papel de saquear o povo sem dó. A dispensa de licitação para a compra de respiradores mecânicos resultando em desvios milionários do dinheiro público em alguns estados. Como esses crápulas conseguem dormir a noite sabendo que irão sacrificar a vida de milhares de brasileiros em benefício próprio? 
            São coisas que já estamos acostumados e pouco podemos fazer exceto tentar votar melhor nas futuras eleições, o que não é fácil pois esses peçonhentos são a maioria dos candidatos.
            


              Como esse blog é de finanças vamos tratar de finanças. Consegui finalmente receber os valores do FGC. Tínhamos cerca de 63.000 reais em uma letra de crédito dessa financeira. Depois de cerca de um mês e meio consegui receber o valor. Como o meu endereço comercial na corretora estava em um antigo local de trabalho (localizado a cerca de 1500 km de distância de onde moro atualmente), houve muita dificuldade em transferir a agência do Bradesco na qual eu poderia retirar o valor. A única solicitação minha foi para transferir o local de retirada da outra cidade para esta na qual moro atualmente. Impressionante como a instituição FGC oferece um péssimo atendimento. Creio que em qualquer setor no qual não há concorrência nós passamos por esses perrengues. Foram inúmeros e-mails praticamente sem resposta. Ou com uma resposta automática. O telefone da instituição simplesmente não funciona. Responderam apenas uma vez e falaram que só podem ajudar através de e-mails. 
                             Eu quero meu dinheiro FGC. Porra dum cara.... Passa logo essa po...
                   
              Só consegui que fosse efetuada a transferência após entrar no site do BACEN e efetuar uma reclamação citando o CNPJ do fundo garantidor de crédito. Eita, aí sim resolveu logo. Acho que em 3 dias após a reclamação fui contatado por uma funcionária do Bradesco informando que iria realizar a tal da transferência. Creio que sem esta reclamação eu estaria aguardando até agora.
              Foi ótimo receber esse valor agora pois estou quase fechando a compra de um imóvel comercial. Para comprar esse, terei que pagar cerca de R$ 1.800.000 e ainda dar um apartamento que possuo que custa R$ 1.000.000. Valor total da brincadeira será de R$ 2.800.000. Porém, creio ser um bom negócio para o meu perfil. Temos ações, FIIs, etfs americanos, renda fixa, tesouro direto. Mas sinto que é um imóvel com bom potencial de investimentos e de aumento do dividend yield do mesmo com algumas novas reformas. Atualmente o aluguel pago pelos 3 inquilinos que alugam as salas giram em torno de R$ 17.000. Claro que tem 10% da imobiliária e 11,33% de imposto de renda (planejo criar um holding para baixar a tributação). Tem ainda o custo dos honorários contábeis do contador (200 reais mensais) e o alvará municipal (108 reais por mês). Sobrará portanto cerca de 13.160 reais líquidos por mês. Somando com o atual imóvel que tenho alugado receberemos cerca de 16160 reais líquidos por mês. 


              Cara, mas você é louco! Coloca tudo em FIIs diversificados multi-inquilinos + multi-imóveis e ações boas pagadoras de dividendos (itausa, bradesco, banco do brasil, engie, taesa ...) e relaxa. Vai curtir a vida. FIIs e dividendos não pagam imposto de renda. Isso geraria uma longa discussão. Vou deixar para um futuro post. 
               Vamos aos gastos mensais de abril 2020, com um pouco de atraso: R$ 6.834,80. Em ordem decrescente maiores gastos foram: pessoal (gastos da patroa), mercado, restaurante.
                Abraço pessoal e até o próximo post.    

domingo, 3 de maio de 2020

Fechamento de Abril de 2020


             Então, parece que finalmente o mundo começa a dar sinais de sair do brejo. Já começamos a ver o fim da pandemia do coronavírus em vários países do mundo. Na China até os zoológicos já estão abertos. Em Nova York os hospitais de campanha como o do central park já estão sendo desativados pela redução da necessidade de leitos hospitalares para os doentes. A Europa inicia o desconfinamento a partir de amanhã. A Espanha também já começou a desmontar os hospitais de campanha. Claro que como fomos um dos últimos países populosos a ser atingido pelo maldito vírus chines nós ainda temos dias de batalha pela frente. Estamos na metade da nossa luta contra o corona. Mas certamente iremos vencer essa luta contra a mãe natureza.
             Em relação às finanças, vamos aos números:


               Tomei um susto quando fui verificar o patrimônio. QUASE BATEMOS A META!!! Atingimos o seguinte patrimônio: R$ 3.744.642. 
                Houve um aumento de patrimônio na ordem de R$ 61.179. (33.677 foram os rendimentos das aplicações. A carteira rendeu aproximadamente 1.08% neste mês. 
                R$ 10.252 foram de aportes. 
                R$ 3.000 referente ao aluguel da nossa sala comercial (impressionante como o locatário não veio pedir desconto no valor mensal - ficou 15 dias com a sua loja fechada).   
                R$ 14.250 era um valor que não havia sido contabilizado do mês anterior (fechamento de março). 
                Teoricamente para podermos nos considerar FIRE só falta ficar pronta a última sala comercial agora no final de dezembro deste ano e conseguir alugá-la. Creio que até lá a economia já esteja melhor. Precisaríamos alugar a bendita por aproximadamente R$ 2.700 reais.
                 A meta de realizar aportes já está completa. Para este mês já temos 31.000 reais para aportar e passando da meta. Neste mês o mercado ajudou. Para nosso objetivo 1% de rentabilidade mensal já está ótimo.
                 Então, agora vem uma parte difícil do mundo FIRE, que seria organizar o fluxo de caixa mensal. Precisamos ter os 20.000 reais entrando mensalmente.
                 Venho pensando bastante sobre isso. Estamos em negociação referente ao um imóvel comercial em uma área central do município no valor de R$ 2.900.000 - são 3 salas comerciais juntas. Ótima localização. Eu colocaria o imóvel do litoral na negociação pelo valor de R$ 1.000.000 e pagaria os outros R$ 1.900.000 retirando das aplicações. Já calculei o DY bruto de aproximadamente 0,59%. O que seria cerca de R$ 17.000. Claro que tem que retirar os 10% da imobiliária e 11,67% de IR referente a uma holding que eu iria ter que criar para não pagar o IR da pessoa física. Sobraria cerca de 13.000 reais líquidos deste imóvel. Somando mais 3.000 reais líquidos do imóvel que tenho alugado seriam 16.000 reais. Mais uns 2500 reais líquidos da sala que ficará pronta no final do ano seriam 19.500 reais. E ainda teria cerca de R$ 1.870.000 reais em aplicações financeiras para gerar 500 reais mensais em dividendos + reserva de emergência + uma sobra para eventuais reformas nos imóveis. Seriam duas salas comerciais praticamente novas. Uma ficou pronto há cerca de 3 anos e está alugada por 3.000 reais líquidos (já descontado imobiliária e IR pessoa física). A outra ficará pronta em dezembro. E essas 3 salas novas que eu compraria de uma vez são juntas num mesmo terreno. São bem antigas porém com uma localização, para o comércio, excepcional. Provavelmente necessitem de alguma reforma no telhado, ao menos. Creio que uns 100.000 reais em breve deveria gastar nela. Mas têm um potencial importante, pois inclusive posso permutar com uma construtora. Uma tem interesse no terreno para construir um prédio com cerca de 20 a 24 andares! Mas o aluguel e fluxo de caixa me bastam. 
                Por que não coloca tudo isso em fundos imobiliários e tenha o seu fluxo de caixa? Boa pergunta. Mas vejo potencial no terreno e numa permuta com uma construtora eu ganharia um valor interessante. Ficaria com as três salas reformadas (novas) e ganharia ao menos um apartamento. Sem contar que odeio ficar lendo relatório e acompanhando os FIIs. Parece que os gestores sempre estão tentando esconder algo e nos passar a perna. Sempre querem lograr dos cotistas colocando altas taxas de administração e de performance. Ainda há o fantasma da tributação dos rendimentos que certamente irá ser aprovada num futuro próximo. Imagina estar com cerca de R$ 3.000.000 em FIIs e surgir a porra da tributação. Eu iria tomar pelo menos uns 600.000 reais de prejuízo duma hora para outra. O mercado é mais eficiente do que nós simples mortais e sempre precifica antes que nos demos conta.
                Sei que pela lógica mesmo assim seria mais interessante eu montar uma carteira com 15 FIIS e 15 ações boas pagadoras de dividendos. Mas não me sinto tão confortável ainda. Tenho na minha carteira 20% de renda variável e 80% de renda fixa e ainda fico desconfortável. 
                Acho que este post já esta bem longo. Vou acabar por aqui. Fico devendo a atualização dos gastos mensais do casal. 
                 Abs a todos. Que lástima que o nosso principal blogueiro da comunidade fire brasileira nos abandonou SRIF365. Volte srif. Perderemos o nosso melhor podcast. 


  
                

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Fechamento de Março de 2020

Fechamento de Março 2020



         Então vamos ao fechamento de março galera! Com certeza foi o pior mês da história para a maioria dos investidores ao redor do mundo. Assustador o rendimento negativo da carteira. Como possuímos cerca de 80% dos investimentos em renda fixa e os outros 20 % em renda variável (ações, fundos imobiliários, fundos de ações e fundos multimercados) o estrago não foi gigantesco. Mas machucou. 
         A rentabilidade de carteira em março foi de - 2,35 %. Isso resultou em uma queda no patrimônio de aproximadamente R$ 80.000. Acabamos o mês com um patrimônio total de R$ 3.124.282 reais nas aplicações da corretora. Somando a previdência privada, conta na Avenue US e empréstimos o total chega a R$ 3.683.463. Falta apenas R$ 66.537 reais para bater a meta. PQP (puta que pariu mesmo), se não houvesse esse maldito coronavírus neste mês já teríamos alcançado a meta final e estaríamos com uma sobra já.  
         Em fevereiro a sangria foi menor, porém não menos importante. A rentabilidade da carteira foi de - 0.69 % com um prejuízo de R$ 17.026.
         Portanto:
a) prejuízo financeiro total de fevereiro e março: - R$ 97.026.
         Outra mudança nos planos foi em relação ao nosso imóvel no litoral. Este ano iríamos colocar para vender o mesmo após o término da reforma esperada para junho ou julho. Os corretores já estavam falando em conseguir algo próximo a um milhão de reais pelo mesmo. Mas, com essa queda, dificilmente conseguiríamos vender o mesmo por mais de 750 mil reais, conforme relato de entendedores do ramo imobiliário. Por isso, vejo que o imóvel físico não deixa de ser um FII (fundo de investimento imobiliário). Praticamente baixou o valor do imóvel em cerca de 250 mil ou 25% em cerca de 4 meses. O IFIX desde o pico em 03-01-2020 até hoje 03-04-20 baixou exatamente 25.60%!!!

           Qual é o plano agora então? O plano agora é mudar o meu nome de aposentado aos 39 para aposentado aos 40! Copiar o nickname do nosso genioso blogger www.aposenteaos40.org
           Brincadeiras a parte. A meta agora é deixar para vender o apartamento ano que vem caso a economia realmente estiver melhor. Quanto aos aportes infelizmente estou em um ramo que pode ser bem afetado pela crise. Creio que os aportes neste ano serão infinitamente menores daqueles que nós vínhamos realizando. A meta agora é tentar viver com o pouco rendimento e tentar não sacar nada do principal. Ou seja, a meta não é mais aportar, mas sim evitar de sacar do principal. Acho que ainda é possível se tornar FIRE até dezembro de 2020 caso a bolsa pare de cair até lá. 
           Quanto aos investimentos vou parar de fazer qualquer movimentação agora. Vou manter uma reserva de liquidez para um ano e só observar por enquanto. Fiz 2 aportes no começo da crise tirando dinheiro da renda fixa e aplicando em fundos de ações e só me quebrei mais ainda. Fiz o primeiro aporte após o circuit breaker inicial e o segundo após o terceiro circuit breaker. Depois parei de aportar e a rentabilidade foi ladeira abaixo.
            Quanto aos destaque positivos da carteira só teve um que foi o fundo multimercado IBIUNA HEDGE STH, o qual conseguiu ter uma rentabilidade positiva de 6,13% no ano mesmo com essa sangria. Já os negativos foram o principalmente o FIA alaska black BRD I, o qual está com um rentabilidade negativa de - 67.21% no ano. PQP, vai derreter o patrimônio assim na casa do car.... O Henrique Bredda e sua equipe estavam apostando na valorização do real contra o dólar. Santa ingenuidade. É como apostar na economia brasileira versus americana. E ainda por cima demoraram para desfazer a posição real X dólar. Mas infelizmente acreditei na estratégia dos caras e agora pago o preço. Obviamente não vou sacar nada. Só nos resta rezar e não sacar nada da renda variável nesta crise. O FIA absolute rendeu - 30% no ano o que é compatível com a catástrofe. Dentre os meus FIAs o que soube se defender melhor foi o IP, o qual acumula "apenas" - 17.73% de queda no valor das cotas.
            A idéia agora é voltar a investir na renda variável quando houver ao menos uma luz no fim do túnel. Acho que o estrago ainda vai ser grande. Comprei um pouco de ITSA4 semana passada e ela continua caindo. Comprei umas cotas do shopping ABCP11 pois ele estava com uma porcentagem pequena na carteira. Certamente quem comprar muita renda variável agora daqui a 5 anos estará muito feliz. Vai ter uma boa rentabilidade. Coisa que realmente muda a vida. Mas, eu não tenho todo esse sangue frio no momento. Estou impressionado comigo mesmo pois não vendi nada de RV e ainda fiz alguns aportes. Mas no momento vou só observar. Assim que houver algum sinal de recuperação da economia eu volto a aportar em renda variável.  
            Malditos chineses que ficam comendo animais selvagens e transmitindo essas doenças raras pelo mundo. Não acredito na teoria da conspiração de que o vírus foi feito em um laboratório de terapia genética pelo governo chinês. Isso é bobagem. A ciência atual não conseguiria fazer um vírus tão perfeito. Mata, dizima as economias, causa o caos e depois é controlado. Os chineses são porcos mesmos. As reportagens afirmam que as classes ricas comem morcegos e animais exóticos por Glamour mesmo. Aí certamente surgem essas desgraças. Como comer um bicho desses?

  
            Forte abraço a todos e espero que não sejamos contaminados pelo COVID-19.   

Resultados da pesquisa

Resultados da We 


terça-feira, 17 de março de 2020

Fechamento de fevereiro de 2020

Fechamento de Fevereiro de 2020


         Estou fechando o mês de fevereiro somente em 17/03/20. Estive viajando durante a primeira quinzena de março. Viagem fantástica. Conheci uma parte da França próxima aos Alpes e Genebra na Suiça. Região riquíssima. É uma das partes mais ricas do primeiro mundo. Impressionante como os europeus são mais preocupados com seus semelhantes. No Brasil é cada um por si. Não há um pensamento coletivo de evoluir. A maioria dos brasileiros quer estar sempre levando vantagem sobre os seus semelhantes. 
           Saí do Brasil com o euro custando cerca de 5 reais e quando voltei já estava custando cerca de 5,50 reais. Caceta!!!
                    
          
          Apesar de curtir muito a viagem, confesso que fiquei incomodado pelo fato de a bolsa de valores B3 ter sofrido 5 circuit breakers em cerca de 7 dias. Por mais que na teoria saibamos que a renda variável varia, é desconfortável ver o seu patrimônio aplicado apresentando uma queda de cerca de 60 mil reais. 
         Ainda testei o meu psicológico. Após o primeiro circuit breaker fiz um aporte de 10 mil reais. Todo confiante. Achando que eu era o cara. Depois do terceiro circuit breaker fiz mais um aporte de 10 mil reais no fundo alaska black. Depois disso houveram mais dois circuit breakers e optei por não colocar minha reserva de emergência na renda variável. Agora vamos observar. Pelo menos tenho a certeza e a frieza de que não irei resgatar nenhum centavo da renda variável até que ela se recupere completamente. Pode demorar 5 ou 10 anos. Eu esperarei. E ainda irei rebalancear o meu portfólio com os futuros aportes seguindo a minha alocação de 20% renda variável e 80 % renda fixa. Impressionante como 20 % de renda variável no portfólio fazem uma queda tão grande no mesmo. Quando eu tinha somente 5% de renda variável na carteira e houve a greve dos caminhoneiros eu quase não senti a queda. Mesmo com a queda brutal no ibovespa eu tive rentabilidade positiva naquela época.
       Minha carteira em fevereiro de 2020 apresentou uma rentabilidade negativa de - 0,7% o que resultou em uma queda no patrimônio de R$ 16.610 reais. A queda significativa foi em março.
        O patrimônio total ao final do mês de fevereiro então era de R$ 3.682.000
- aplicações financeiras no brasil: R$ 3.413.000
- aplicações financeiras no exterior: R$ 17.809 (mesmo com a queda importante do S&P 500 a valorização do dólar compensou e saí no positivo).
- previdência privada: R$ 24.200
- empréstimos: R$ 226.900
         Precisamos chegar ao final do ano com 3.750.000 reais para bater a meta. Creio que ao final do mês de março chegaremos com um valor pouco acima de 3.600.000 reais. Iremos fazer um aporte pequeno para o mês que vem devido à viagem que realizamos e devido às futuras quedas no faturamento da nossa empresa, tanto pela época do ano quanto pelo maldito coronavírus.
          Estou ansioso esperando a volta do BULL MARKET, mas sabemos que isso levará um bom tempo para ocorrer. Possivelmente nem ocorra neste ano.

            O que eu acho mais intrigante com essa queda importante das bolsas mundias é ver conhecidos, pessoas com alto nível sócio-econômico, vendendo seus fundos de ações, fundos imobiliários e ações individuais na baixa. E o pior, sem ter necessidade nenhuma de utilizar o dinheiro no momento e provavelmente nem nos próximos 5 anos. Aí sim tem que tomar uma nabada mesmo!
             Agora entendo porque nas grandes crises as ações voltam para a mão dos seus verdadeiros donos.  

             Estou terminando de ler um livro fantástico, principalmente para quem tem interesse em FIRE. Quit Like a Millionaire. Interessante que a autora narra dois episódios de Bear Market na prática e como ela deu a volta por cima. Fala inclusive sobre os aspectos psicológicos das pessoas durante o bear market. Se não fosse pelo marido dela em 2008 teria tido um prejuízo absurdo e certamente não teria se tornado a aposentada mais jovem do Canadá na atualidade. Vale a pena a leitura. Curioso que esses livros maravilhosos não tenham tradução para o nosso idioma. Não é fácil ser brasileiro. Em geral ganhamos muito menos que os habitantes de países desenvolvidos e ainda por cima não temos acesso a vários livros por falta de tradução. Sem contar que a volatilidade do nosso mercado acionário é absurda. Definitivamente o Brasil não é para amadores. 
            Outro livro que mudou a minha mentabilidade foi The Bogleheads, Guide to Investing. Também não traduzido para o português. A Random Walk Down Wallstreet também tive que ler em inglês. Eu diria que são os 3 melhores livros sobre finanças que já li. O próximo livro será The Simple Path to Wealth - JL Collins.

              
             Força e foco piazada! Dessas crises sairemos ainda mais ricos e fortalecidos. Só manter a disciplina e o foco.  
             Gastos do casal em fev/2020 ficou na média, como só trabalhamos em fevereiro o nosso custo total foi de R$ 9500 reais. Claro que março vai ter um gasto bem acima da média pelo fato da nossa viagem. 
            Custos da viagem a França/Suiça (duração todo o trajeto - 11 dias - 2 dias Brasil e 9 dias europa): 2 adultos
euros - dinheiro em espécie  R$     6.000,00

passagens + booking + airbnb
Cartão de crédito

 R$     7.000,00

hotel no Brasil - ida

R$         180,00

hotel no Brasil - ida

 R$         180,00

pedagios ida e volta

R$         400,00
combustível automóvel
R$         805,00
refeições no trajeto - Brasil
R$         400,00
hotel registro 
R$         180,00
farmácia 
R$         200,00
estacionamento próximo
aeroporto

R$         125,00
hotel Cão
R$         328,00
total  R$   15.798,00


       
        

domingo, 2 de fevereiro de 2020

Fechamento de Janeiro de 2020



            Bom pessoal, vamos para mais um fechamento mensal. Passamos por um mês no qual as ações e os fundos imobiliários tiveram um rendimento ruim. No total da carteira meus fundos imobiliários baixaram 4 mil reais no valor total e as ações aproximadamente o mesmo valor. Portanto, tive uma queda de 8 mil reais na parcela da renda variável. Mas devido ao aumento do IPCA nos últimos meses e da grande quantidade dos títulos atrelados a este indicador que nós possuímos, obtivemos um aumento de 22.500 reais no total da carteira no mês de janeiro de 2020. Um rentabilidade aproximada de 0,71% no mês. Aceitável para uma carteira conservadora.  
            Estou seguindo firme com a minha alocação de ativos. Assisti a algumas aulas sobre asset allocation e realmente vou manter a minha estratégia em 2020 de 20% renda variável e 80% renda fixa, conforme já comentei em postagens mais antigas. 
            Comprei um curso on-line do hotmart de um educador financeiro chamado Allan Duarte (www.alanduarte.com.br). Um custo de 297 reais. Ótimo investimento. Inúmeras aulas sobre educação financeira. Ele adapta os conceitos da Teoria Moderna do Portfólio à realidade brasileira.  Baseou-se em estudos que ele realizou sobre a economia brasileira nas últimas décadas. Achei bem interessante. Não visualizei todas as aulas, mas todas que eu assisti achei bem interessante. Surpreendeu-me o fato de que parece que só eu comprei as aulas na plataforma. Dei nota máxima. Acho que fazer o curso todo e ler sua apostila (umas 400 páginas) engrandece mais do que ler todos os livros e assistir a todos os vídeos do Gustavo Cerbazi, da Nathalia Arcuri e daquele fanfarão do primo rico (Thiago Nigro). 

             

            Quanto à parte de investimento resolvi aplicar no XP Private Equity. Investimento para longo prazo e sem liquidez, mas que se o gestor obtiver retornos semelhantes à aqueles que ele obteve na Actis vai valer a pena. Custo de entrada 154 k. Plano de iniciar os desinvestimentos após uns 5 anos. Acho que só é interessante entrar nesse fundo quem tem carteiras maior que 2 milhões de reais. 


            Então, fechamos o mês com o patrimônio de R$ 3.494.051,00 em aplicações financeiras. Três milhões e meio. Nesta semana realizaremos um aporte monstro de cerca de R$ 75.000. São resquícios de altos rendimentos relacionados aos 2 meses anteriores. Temos que aproveitar enquanto na nossa área ainda é possível obter esses rendimentos. Vejo um futuro difícil para gerar renda na minha área.              Quanto aos gastos do casal durante o mês de janeiro foram de "apenas" 9744 reais. Em ordem decrescente: restaurante (R$ 1584), roupas (R$ 1405) e carros.   
            Por hoje é isso pessoal. 
              

domingo, 5 de janeiro de 2020

Fechamento de 2019

Fechamento do ano 2019

                 
     
        Lá se vai mais um ano. E continuamos na luta para se tornar FIRE. Por sermos extremamente conservadores, infelizmente tivemos uma rentabilidade na nossa carteira de cerca de 8.745 % ou 146.77 % do CDI. Vejo o pessoal nos blogs atingindo até 20% de rentabilidade. Acho ótimo. Mas invejo a tolerância ao risco que essas pessoas possuem. Passei o ano com cerca de 90 a 95% aplicado em renda fixa.
        No total tivemos um rendimento das aplicações de R$ 231.386,87 e dos aluguéis de cerca de R$ 33.600. Total de rendimento SEM TRABALHAR R$ 264.986,87. Nem conto o nosso apartamento no litoral pois o DY é tão ruim que já desanimei. O pouco de aluguel que entra neste imóvel está sendo utilizado para pagar a reforma do prédio e os custos de manutenção. Após o término da mesma irei vender o imóvel e possivelmente jogar nas aplicações ou comprar dois imóveis de menor valor.
        Desde novembro venho mudando a minha alocação de ativos. Optei por ter cerca de 80% do patrimônio em renda fixa, 19% em renda variável e 1% no exterior (conta da avenue). 
        Dos 20% que não estão na renda fixa aplicarei cerca de 6% fundos imobiliários, 6% em ações, 7% em fundos multimercados e 1% no exterior.
         Em relação aos fundos imobiliários tenho atualmente os seguintes: Valores divididos igualitariamente entre si. 
- CPTS11b (papel)
- RBRR11
- UBSR11
- VRTA11
- KNCR11
- BCFF11 (FOF)
- LVBI11 (Logistico)
- GGRC11
- XPLOG11
- HGLG11
- FVPQ11 (shopping)
- ABCP11
- MALL11
- RBVA11 (agência e varejo)
- HGRE11 (escritórios)
         Gosto muito de estudar sobre fiis. Já li quatro livros sobre o assunto e até tenho paciência de ler os relatórios. Mas realmente os valores das cotas estão fora da realidade no momento. O P/VPA está fora da realidade. O pessoal está comprando cotas de fundos pagando pela cota 1,73 de P/VPA; é surreal (vide HGLG11). É como comprar um apartamento de 1 milhão de reais por 1,73 milhões. É muita sardinha saindo da renda fixa e comprando FII enlouquecidamente. Sei que sou uma sardinha burra como diria o Bastter, mas nem tanto. 
           Meu plano para 2020 na área de FIIs é participar de eventuais subscrições de FIIs que já tenho e ficar de olho em alguma oportunidade que houver. Fiquei extremamente feliz com a notícia do FRUGAL SIMPLE de que haverá um ETF de FIIs a partir do ano que vem. É chato ficar fazendo stock picking de FIIs. Atualmente temos 15 FIIs, pretendo manter de 15 a 20 FIIs na carteira. Estou de olho no BARI11 agora,  
           Em relação à renda variável realmente não tenho conhecimento suficiente e nem tempo para ficar estudando ações e fazendo stock picking. Portanto, optei por diversificar a parte de ações em 3 fundos de ações, 1 etf e algumas ações que comprei no passado.
- 30 % Absolute Pace Long Biased Advisory FIC FIA
- 30 % IP - Participações IPG FIC FIA BDR Nível 1
- 30% Alaska Black FIC FIA - BDR nível 1
- 10% ETFs e stock picking: DIVO11, BBAS3, PETR3
           Quanto aos fundos multimercados dividi em 4 fundos. Dois mais agressivos e dois mais conservadores:
- Ibiuna Hedge STH FIC FIM: 30%
- AZ Quest Multi Max FIC FIM: 30%
- Kinea Chronos FIM: 20%
- Opportunity Total FIC de FIM
          Pedi resgate do fundo ADAM macro strategy que vem há mais de um ano levando ferro.
          Em relação aos investimentos no exterior, aplico apenas 1% da nossa carteira. Não tenho planos de morar no exterior e acho que perdemos muito quando resgatamos o dinheiro da conta americana e tentamos trazer de volta ao Brasil. Tanto a avenue quanto o remessa online cobram uma porcentagem muito alta para fazer o câmbio dólar para real. Portanto é um dinheiro que é para ficar indefinidamente no exterior e não repatriá-lo. Só aumentaria os aportes caso a corretora nos fornecesse um cartão de débito internacional.
          Dezembro foi um mês de muito trabalho. Fizemos um aporte grande agora no começo de janeiro. A nossa meta é para ser batida em dezembro de 2020 (ter R$ 3.750.000). Fechamos o mês de janeiro com R$ 3.470.000. Provavelmente, mesmo se optar por não aportar mais, a meta será batida até a data prevista. Tudo está se encaminhando para virarmos FIRE em dezembro de 2020 com uma renda passiva de R$ 20.000 reais mês.
          Mas, após muita conversa entre eu e a minha esposa, optamos por manter o aporte por mais um tempo.


            Todo o plano de FIRE exige ajustes. Profissionalmente vemos que no futuro próximo ficará cada vez mais difícil de obtermos uma boa renda. Dentro de 5 a 10 anos dificilmente obteremos uma renda tão alta como temos agora. Portanto, optamos por continuar os aportes porém sem uma taxa de poupança tão agressiva . Optamos por aplicar de agora em diante cerca de R$ 20.000 mensais. Ano passado, principalmente no segundo semestre, aplicamos uma média de 60.000 reais mensais. 
             A idéia agora é curtir. Viajar mais. Ano de 2019 viajamos menos do que em 2018 pois estávamos focados em bater a meta.
             Tá, mas qual é a meta agora?


              Bom, após o casal ter pensado muito a respeito, eu achava que atingir uns 20 k mês de renda passiva era suficiente. Mas, a minha esposa pensa como a nossa ex-presidenta. Ela quer dobrar a META!!!
           

            Caraio!!! Dobrar a meta? Isso mesmo. Ela quer dobrar a meta. A minha idéia era entrar em modo coast fire já no começo de 2020. Parar de aportar e trabalhar somente para curtir. Em cerca de mais 10 anos a meta dobrada seria inevitavelmente batida. Mas quem sabe fazendo aportes mensais de 20 mil reais por mês não conseguimos dobrar a meta em cerca de 7 anos? Ou até mesmo antes conforme a economia melhore e tenhamos mais exposição à renda variável? Esperamos que a figura acima e seu partido fiquem longe do planalto. A realidade é que dá uma tranquilidade indescritível tendo um patrimônio grande trabalhando por nós. A pressão no trabalho diminui e a vida fica mais leve. Sempre tenho em mente aquilo que o Warren Buffet diz: "se você não encontrar um jeito de ganhar dinheiro enquanto dorme, você vai trabalhar até morrer."  
            Ótimos investimentos para todos e um 2020 com muito rendimento e renda passiva. 

Gastos em dezembro/2019


            Somando todos os gastos do casal chegamos ao valor total de R$ 7.021. Foi um mês de muito trabalho, provavelmente foi o mês no qual mais trabalhamos e consequentemente mais faturamos no ano. Não sobrou muito tempo para curtir. De gastos não recorrentes tivemos as compras de presentes de natal. 
             Os principais gastos em ordem decrescente foram: mercado, restaurante, automóveis e presentes. Geralmente os carros são nosso maior custo mensal, porém neste mês não viajamos, gastando menos combustível e não houve nenhuma manutenção ou revisão dos mesmos. Os meses nos quais mais gastamos são aqueles nos quais viajamos. Normalmente nestes os gastos dobram.
             Gastos do casal nos últimos meses:
a) setembro: R$ 9.834
b) outubro: R$ 8.292
c) novembro: R$ 8.521
d) dezembro: R$ 7.021