domingo, 24 de janeiro de 2021

Fechamento de 2021

Fechamento 2021


          Mais um ano se encerra. Passaram-se três meses a não publiquei mais nenhum fechamento mensal. Correia. Foram 3 meses de muito trabalho. Principalmente dezembro e janeiro, que já está quase se encerrando. Fevereiro provavelmente será um mês bem mais calmo, mas com faturamento bem menor. Seria um mês no qual normalmente saímos para viajar e curtir a vida. Mas devido à peste chinesa, talvez faremos uma viagem mais próximo de nosso domicílio. Isso se não ficarmos por casa mesmo. Não vejo a hora de a população mundial ser vacinada em massa.  
          Vamos aos gastos pessoais nos meses de novembro e de dezembro:
a) novembro: R$ 10.397 (gastos R$ 3.800 reais num celular novo)
b) dezembro: R$ 8.800 (gastos R$ 1.300 somente em refeições - restaurante).
           Fiz uma média dos gastos dos últimos 16 meses do casal. O valor médio mensal foi de R$ 9.500 reais. Isso incluiu uma viagem ao exterior logo antes da pandemia. Acho um custo bastante alto para quem não tem filhos. Caso tivessemos uns 2 filhos esse valor seria muito mais alto, assustador. Admiro muito quem tem filhos. É um ato de altruísmo tremendo.
          Vendo esse custo de vida dos últimos meses, felizmente já somos financeiramente independentes. Isso me gerou uma enorme tranquilidade nesses últimos 2 meses, após descobrir isso. Na nossa empresa não temos mais aquela pressão doida de produzir a faturar. 
            
Certified Financial Planner

               Então, a novidade na busca da independência financeira veio através da contratação de um CFP. É um profissional de muita importância para aquelas famílias que tem uma organização financeira precária. Eles realmente identificam aonde estão as despesas maiores e como estancar a sangria no caixa de uma família desorganizada. Creio que para famílias extremamente organizadas, como a minha, a principal função é auxiliar na organização das metas financeiras e no planejamento. 
              Qual foi a meta que traçamos após inúmeras simulações com o CFP? Chegamos a conclusão de que tendo um rendimento anual nas aplicações de 4% acima da inflação (IPCA + 4% líquido), podemos trabalhar mais 4 anos (aportando 30 mil reais mensais). Após trabalharemos mais 2 anos sem precisar fazer mais nenhum aporte. E o mais importante: ISSO NOS RENDERIA UMA RENDA PASSIVA MENSAL DE 40 MIL REAIS. Isso realmente é dobrar a nossa meta. Caraca maluco. Não é impossível. 


                  Claro que para isso iríamos alugar o nosso escritório, que é aonde atualmente sediamos a nossa empresa, gerando uma renda extra de 3.000 reais mensais . Depois de tanto ler blogs e estudar livros sobre independência financeira, cheguei a conclusão que só existem duas maneiras de chegar à independência financeira. A primeira, que é a mais comum, é trabalhar pesado e fazer aportes vultuosos durante vários anos. A segunda é descobrir uma mina de ouro tipo o bitcoin (vide o viver de renda). Eu prefiro apostar na primeira. O que enrique é o tempo somado aos aportes. O resto é balela. 
                   

                       Em relação à nossa corretora. Atualmente utilizo a XP. Mas devido às inúmeras trocas de assessores no escritório do qual tenho conta, optei por mudar de corretora. Eu tinha um corretor excelente há alguns anos. Porém ele passou para um cargo de chefia e me passou para outros corretores. Chega. Optei para ir lentamente migrando para o BTG pois verifico que as oportunidades em renda fixa normalmente são melhores. As taxas dos CDBs pré-fixados normalmente são melhores. Manterei conta nas duas, porém sempre observando em qual as taxas são melhores. Não podemos ter paixão por corretora. Temos que achar aonde as oportunidades são melhores.   
                        Em relação às aplicações:
A) valor total: R$ 2.880.000,00 reais
B) empréstimos: R$ 668.898 reais (que medo)
C) previdência privada: R$ 26.255
D) Avenue (aplicações em dólares): R$ 77.3636 (já convertido de dólares para real). 
E) aplicações corretora brasileira: R$ 2.106.762,61
                        Quanto às aplicações, neste ano pretendo checar até 60.000 dólares em aplicações na avenue (cerca de R$ 328.000). Creio que 10% do patrimônio em dólar será bem tranquilizador (dividido entre ETFs de renda variável e de renda fixa). Depois que ultrapassar o valor de 100.000 dólares aplicados, no futuro, abrirei conta na interactive brokers e transferirei todos os ativos para esta. Comprarei etfs irlandeses (substituirei por estes os atuais etfs da vanguard que possuo). É uma sensação muito tranquilizadora ter uma parte do seu patrimônio investido longe da nossa república tupiniquim.
                           Creio que por hoje já me prolonguei bastante. Abraço a todos os guerreiros da FIRESFERA. Cada vez temos tido menos blogs interessantes com este tema. Até o AA40 já está desanimado pelos HATERS que toda hora aparecem no seu blog. 
                       

2 comentários:

  1. Show de bola aposentado. Poderia dissertar mais sobre oque é esses empréstimos aí...

    ResponderExcluir
  2. Fala 39, tudo bom?

    Eu não sou muito da visão que só existe esses dois meios de chegar na IF, esses dois meios são os mais rápidos, mas eu acredito que aportes pequenos (sem ser vultuosos) e tempo pra eles trabalharem pode sim chegar numa IF decente pros tamanhos daquele aporte pequeno. Eu acredito nisso pq é o caminho que eu estou tomando, sei que minha IF vai ser muito "magra", muito baixa do que o povo chama de IF por aí, mas é o suficiente pra mim e acho que é isso que conta.

    Abçs

    ResponderExcluir